Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 30 de março de 2010

UM DIA SEM PALAVRAS

Caros amigos do blog, ontem dia 29/03/2010 para quem gosta de futebol e de uma boa crônica, pode ser considerado um dos dias mais tristes. A perda do fantástico escritor e jornalista Armando Nogueira foi sem dúvida uma das maiores do jornalismo e nas páginas esportivas do país.

Diante deste triste e marcante fato, me ví na obrigação de não escrever neste dia, me reservando à um dia de silêncio em homenagem à Armando Nogueira, que agora junto de féras como João Saldanha, Nélson Rodrigues entre outros nos deixam saudosos das grandes crônicas, das boas palavras, de verdadeiro poemas entre quatro linhas.

Como não poderia ser diferente, a segunda-feira que é o dia oficial do bate papo "futibolístico" entre amigos "rivas clubísticos", o dia das resenhas sobre os jogos de domingo, foi um dia de luto, um dia negro, ou melhor, alvi-negro, um dia de homenagens que findou com uma vitória do Botafogo F.R. que por obra do destino jogou justo nesta segunda, com homenagens dentro e fora de campo à um dos seus mais ilustres torcedores, que nos "armando" uma triste surpresa se calou em uma das mais tristes segundas-feiras do nosso futebol.

Um comentário:

  1. Como dizia o inesqucível e insusbstituível Amando Nogueira: " Amar a Deus sobre todas as coisa, amar a bola, o passe, os dribles, amar o gol a- mara-dona."

    ResponderExcluir