Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Um domingo alvinegro


Neste último domingo quatro das mais tradicionais equipes do futebol brasileiro duelaram entre sí em jogos bem diferentes.

Em São Paulo num Pacaembu quase lotado, o Corínthians mostrou ao Santos que um bom e competitivo time não se faz somente com bons atacantes e sim com setores compactos e bem posicionados em campo. E foi assim que o Timão com uma ótima participação do zagueiro Chicão, do lateral Roberto Carlos, dos volantes Ralf e Elias, além do ótimo Bruno César conquistou uma maiúscula vitória por 4 x 2 frente aos meninos da Vila.

Pelo lado santista, o Dorival Júnior parecia pressionado, "amarrado" pelo treinador corinthiano. Depois do que parecia uma reação ao final do primeiro tempo e início do segundo, Dorival se perdeu completamente colocando Madson e Marcel, jogando ao time completamente ao ataque, porém sem nenhuma criação, em um jogo em que P.H. Ganso não se apresentou bem, já que muito marcado pouco criou.

Entretanto o fato que chamou a atenção foi a substituição em que o treinador santista tirou o zagueiro Dracena e em seu lugar colocou o atacante Zezinho. Neste momento, com olhar incrédulo, o zagueiro saiu andando lentamente , como se o peixe ganhasse o jogo, logo após o término da pertida, em entrevista ao SPORTV o jogador disse que não é tirando zagueiros, lotando o time de atacantes que se ganha uma partida. Fato que ficou bem claro ontem no Pacembu e pode começar a mostrar que o grupo santástico não seja tão santástico assim, principalmente na defesa, além de não estar tão unido assim, principalmente após as punições à Madson, Neymar, Ganso e André na semana passada.

Por fim, muitas reclamações santistas em relação a arbitragem que teria errado ao anular um gol do Santos, o que com certeza pareceu legal, porém pelo futebol apresentado e seguidos erros em campo e superioridade corinthiana, o placar acabou sendo muito justo.

Reclamações contra o trio de arbitragem foram comuns aos dois jogos, também no Engenhão, Rio de Janeiro, aonde diante de pouco mais de vinte mil pessoas, o Botafogo empatou com o Vasco por 1 x 1 .

No primeiro tempo o Botafogo se mostrou melhor até o bonito gol vascaíno do lateral Ernani que muito bem no jogo substituiu o titular Ramon que sentira a coxa no último jogo contra o Inter em São Januário.

Na etapa final o Vasco comandou boa parte do jogo até o polêmico penalti marcado por Simon, árbitro brasileiro para a Copa 2010. Com o gol de Herrera, o Botafogo igualou as ações e o jogo ficou absolutamente aberto, podendo haver vitória para qualquer um dos times.

O Vasco sofreu com contusões e por isso teve que mudar duas vezes, ainda no primeiro tempo Roth teve que colocar Souza no lugar de Jumar com lesão muscular e no intervalo Titi entrou no lugar de Cesinha, também machucado. Já no segundo tempo por questões físicas, o treinador vascaíno tirou o meia Jéferson, que teve um gol mal anulado e colocou Magno em seu lugar.

No Botafogo, o treinador Joel Santana colocou o time à frente na segunda etapa buscando a vitória, Edno entrou no lugar de Túlio Souza, e Marcelo Cordeiro no lugar de Alessandro. Porém o 1 x 1 se manteve até o final.

Além do empate no placar, a semelhança no Engenhão foram as reclamações contra o polêmico trio de arbitragem que por incrível que pareça vai à Copa, Carlos Eugênio Simon (Fifa/RS), Altemir Hausmann (Fifa/RS) e Roberto Braatz (Fifa/PR). Errando em muitos lances, não aplicando a lei da vantagem corretamente, invertendo faltas, não aplicando cartões para ambos os lados, sem critério nas punições das jogadas, ou seja, diante deste fracasso reclamações de Vasco e Botafogo sobraram ao final do jogo. Espero que a seleção do Brasil tenha na África uma apresentação no mínimo muito melhor do que o polêmico trio de arbitragem brasileiro.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. o CORINTHIANS surpreendeu o os 'meninos da vila' ! Quem esperava uma goleada por parte do Santos, deu com a cara no muro , 'pois o mar não está pra peixe'. Acredito que durante o decorrer do campeonato, o Santos vai encontrar muitos times a sua altura(Como o Grêmio, Corinthians e outros que virão). O Vasco, bom , o Vasco é um caso à parte tem muito o que melhorar ainda. O problema é que , quando o time vai bem a abitragem mete a mão(sempre em favor do adversário).O Vasco sempre se ferra .Os Botafoguenses de plantão, que esperavam uma goleada como revanche pelo 6x0 do Vasco no início do Carioca, também deu com a cara no muro.

    Um empate é melhor que uma derrota !

    Vamos lá Brasil !

    ResponderExcluir