Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Caiu mais um


Mesmo em plena disputa da Copa do Brasil, o Fluminense demitiu seu treinador na tarde desta segunda-feira . Cuca não resistiu diante da fraca campanha no estadual 2010 e a disponibilidade de Muricy Ramalho no mercado da bola, além de ser o preferido de Celso Barros, homem forte do Flu, que desde a saída de Muricy do São Paulo, vinha tentando a contratação do treinador, que acabou indo para o Palmeiras, optando por um maior salário e melhor condições de trabalho. Mas pelo que tudo indica, as coisas estão se acertando e o ex-treinador do Palmeiras poderá ainda nessa semana pintar nas Laranjeiras.

Na próxima quinta-feira (22/04), o Flumimense enfrentará a Portuguesa no Maracanã pelo jogo de volta das oitavas de final, após ter ganho no Canindé por 1 x 0. Neste jogo Vadão fará seu primeiro jogo como treinador da Portuguesa, que após a derrota para o Flu, demitiu Vagner Benazzi, muito criticado pela torcida rubro verde.

E parece que a onda de demissões não vai parar por aí. Também no Rio de Janeiro, o Flamengo único clube que mantém seu treinador desde o início do ano, já não vê Andrade com bons olhos como no fim do ano passado, diante da derrota no estadual, a irregularidade na Libertadores e as constantes brigas internas no elenco. Um resultado diferente da classificação contra o Caracas na próxima quarta-feira, poderá ser o fim da linha para o treinador rubro negro. E o que mais espanta é que o nome de Muricy Ramalho, o mais cotato pelo Fluminese começa a ganhar força também pelos lados da Gávea.

Nos quatro primeiros meses de 2010, três dos quatro times grandes do Rio já trocaram de treinador, além da Portuguesa em São Paulo. Ou seja, entra ano , sai ano, a estrutura, o planejamento, a organização parecem continuar não sendo o forte do futebol brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário