Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 4 de novembro de 2012

VASCO DA GAMA, INTERNACIONAL, CRUZEIRO, FLAMENGO E PALMEIRAS EM PERIGO ! ! !


Para os ilustres torcedores de Vasco, Inter, Cruzeiro, Flamengo e Palmeiras, a impressão é de que 2012 foi mais um ano a ser esquecido .

Com mais de vinte títulos nacionais somados, esses grandes clubes brasileiros vivem o que podemos dizer de senhora pindaíba !

No Rio, enquanto o Pó de Arroz levanta mais um título, o Glorioso volta as páginas com o craque holandês, a dupla dos milhões, Vasco e Flamengo, afundam a longas braçadas. Ambos com péssimas administrações já históricas para quem os acompanha de perto, somam dívidas impagáveis e problemas incontáveis, dentro e fora de campo.

Inadimplência na conta d'água, telefone, funcionários, jogadores, INSS, Receita Federal, ou seja, um mar de lama até a boca. Será que isso tem correção ? Na Europa já teriam acabado como os Regatas que são e começado tudo na Série D, como Luso e Povão F.C. Mas por aqui em terras tupiniquins, pairam pelas cabeças das matérias esportivas dos mais conceituados jornais, deixando vaga as suas brechas nas páginas de economia e policial.

Mas as coisas não andam ruins só na turma do barulho no Rio de Janeiro. Em Porto Alegre, a parte rubra da cidade gastou os tufos e afundou igualmente os dois já citados.

Lambanças como contratar cinco gringos de peso, renome e caros, podendo escalar só três por jogo, foi a primeira lambança. A segunda foi esquecer que tais gringos jogam por suas respectivas seleções, ou seja, Saci sempre desfalcado em datas FIFA, data esta em que por aqui a C.B.F. literalmente abandona bons investidores no seu campeonato, como no caso do Santos por exemplo, que teve sua estrela Neymar brilhando mais na seleção, do que em quem paga os tufos para tê-lo no elenco, o Peixe .

Mas também , cá entre nós, não é de hoje que a C.B.F. não tá nem aí para os seus Clubes filiados, sejam grandes, médios, ou pequenos.

E continuando a lista de fracassos, a vez é do lado azul de BH, que assiste com ódio mortal o sucesso do Galo Vingador, enquanto vê sua Raposa patinar em lama fétida .

Outro Clube vítima de péssimas administrações familiar nesse caso. O Cruzeiro montou um péssimo elenco, com um treinador que coleciona desafetos nas arquibancadas por onde passa. Ou seja, jogou o suficiente para não ser rebaixado e manteve a tradição azul, muito longe das posições almejadas pela metade azul de Minas Gerais .

E por fim, o bi-fracassado Porco, vive um ano atolado no chiqueiro . Depois de retornar ao hall da fama dos campeões nacionais, ganhando a falsa Copa do Brasil. Digo falsa, porque tenho uma teoria de que esse torneio engana mais os dirigentes e torcedores do que enobrecem o elenco, vide os rebaixados de 2011 do nacional, até onde chegaram no brasileiro do mesmo ano.

E esse ano, ainda pior, o campeão da competição subiu no telhado com enorme tendência a cair de cabeça .

Ah! Palestra, verdão de tantas glórias, mas assim como quase todos os outros à cima citados, amarga uma luta entre suas tradições, história e péssimas administrações. E o pior de tudo, as péssimas administrações estão levando a melhor contra um Clube que poderia trocar de nome para S. E. Caldeirão Político.

Administrações que estão conseguindo fazer o Porco ser bi-rebaixado num espaço de dez anos.

Resumo da história, até quando Clubes tão importantes e tradicionais suportarão ser tão destruídos por suas péssimas administrações ?

O quanto resistem os Clubes com tantas dívidas impagáveis ? O quanto resistem os Clubes, ao comando da C.B.F. ? Quantos rebaixamentos aguentam torcedores de Clubes em que a torcida já não se renova como em décadas anteriores ? O quanto resistem os Clubes em que a política é uma panela de pressão, aonde aquele que perde, luta pelo fim da instituição com todas as forças ?

Até quando ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário