Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

SERÁ POSSÍVEL CONCILIAR CARÁTER E FUTEBOL ?




Caros amigos, nasses dias me peguei pensando no que aconteceu no último final de semana no Estádio Beira Rio em Porto Alegre na partida entre Internacional x Palmeiras .

De fato uma lambança daquelas protagonizadas habitualmente por árbitros brasileiros. Porém já repararam que a picaretagem, a "malandragem sul americana" ficou em segundo plano ?

Para quem não acompanhou o lance, vale a lembrança. Enquanto lutava agonizantemente contra o rebaixamento para a segunda divisão nacional, o Palmeiras tentava ao menos arrancar um empate em Porto Alegre contra o Inter. Mas só entre nós amigos, será que vale TUDO para escapar do rebaixamento em um campeonato ridiculamente jogado como está sendo jogado esse nacional pelo Palestra ?

Digo TUDO com tal ênfase, porque o que venho acompanhando pelas TV's é algo da maior canalhice já vista esse ano futebolístico.

O argentino Barcos, atacante palestrino simplesmente deu uma cortada de vôlei em uma bola de futebol, confundindo os esportes por uma fração de segundos, talvez acometido pelo forte calor gaúcho .

Pronto, circo armado e lambança assinada claro pelo Sr. Francisco Carlos Nascimento, árbitro do jogo e sua trupe de quatrocentos e cinquenta e nove assistentes que na acepção da palavra, realmente assistiam ao jogo sem a menor interferência em prol do abandonando homem do apito, que absurdamente perto do lance, valida o gol e decreta a mais recente revolução farroupilha em terras coloradas .

Depois de muito disse me disse, uma voz do além informa ao médium de apito, ou melhor árbitro do jogo, "o lance foi irregular, gol de mão" . Ora bolas, se todos os quatrocentos e cinquenta e nove assistentes não se manifestaram após a irregularidade, que espírito de luz enxergara tal fraude esportiva ?

Detetives alviverdes prontamente apontaram um culpado, o delegado da partida. Vejam vocês a condecoração que recebe esse sujeito até então oculto, que logo após a descoberta, saiu regado de predicados pelo lado palmeirense .

Amigos do Blog, agora a celeuma está formada. O Palmeiras quer anular a partida por uma interferência extra-campo totalmente irregular as regras do jogo . Mas senhores, e a cortada do atacante palmeirense Barcos, essa por acaso está no livro de regras do esporte bretão ?

Indagado pela imprensa paulistana em seu retorno à capital mais violenta do país, o "malandro" palmeirense justificou a "cortada" em virtude de um empurrão sofrido por ele durante o lance .

Vejam só ! Mês passado, o atacante polonês, naturalizado alemão, Miroslav Klose, marcou um gol de mão para a Lazio, time o qual defende no campeonato italiano, em partida contra o Napoli . No entanto, após o árbitro validar o gol, o próprio atacante alertou-o informando que havia sido com a mão, portanto irregular. Já pensaram se essa moda pega por terras tupiniquins ? Iria o Palmeiras processar seu atacante por sinceridade absoluta e correta conduta desportiva ?




Nenhum comentário:

Postar um comentário