Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 31 de agosto de 2010

PÁRA TUDO !


A crise econômica mundial parece estar mesmo próxima dos esbanjadores cofres do esporte mais famoso do mundo, o futebol.

Clubes ingleses, detentores do maior poder de compra do planeta, injetados pelo ouro negro do petróleo árabe e russo começaram a segurar os investimentos e passaram a realizar contratações pontuais às necessidades do treinador, a não ser no caso do Manchester City, clube recém comprado por um milionários e que luta com grandes contratações para se tornar um time competitivo e assim poder brigar por títulos nacionais e vagas em torneios internacionais tentando frente ao maior rival United além do sempre gastador Real Madrid.

Mas por todo o mundo problemas econômicos no futebol ficam mais evidentes dia à dia. Nos clubes brasileiros, as dívidas já estão associadas ao nome de muitos deles, dívidas no Ministério do Trabalho, INSS e até nas empresas de concessões como as básicas de luz e água.

Mas a cada dia que passa novas medidas acontecem para tentar evitar tal abuso por conta da irresponsabilidade administrativa dos clubes. Dessa vez uma greve de jogadores tomou conta do colombiano Once Caldas, clube campeão sul americano em 2004 que com três meses de salários atrasados sofre com uma greve de todo o elenco profissional. Exemplos semelhantes já foram visto no Chile e na Argentina.

Será que salários impagáveis nas receitas dos clubes, verdadeiros devaneios de torcedores que comandam uma péssimas administrações, terão solução no mundo do futebol ?

Já pensou se a moda da greve pegasse nos clubes do Brasil ? Mas assim como quase toda a sociedade que se vende por bolsas, falsas promessas e obras em anos eleitorais, os nossos jogadores também não possuem uma classe unida, forte sindicalmente e com poder de decisão, para sorte de muitos dirigentes que diante de uma greve, aí sim teriam que conhecer a ira de torcedores ao verem seus pontos cairem pelo ralo após uma derrota por W.O.

Nenhum comentário:

Postar um comentário