Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

NO CENTENÁRIO DO TIMÃO, O BRASILEIRÃO É TRICOLOR


Às 19h de um domingo, cinco de dezembro de 2010, a torcida tricolor comemorava o primeiro título nacional decidido no estádio Rio de Janeiro Stadiun, o popularmente conhecido "Engenhão", após vitória simples diante do rebaixado Guaraní pelo placar mínimo de 1 x 0, gol de Emerson. Enquanto em Sete Lagoas, o Cruzeiro conquistava o vice-campeonato ao derrotar o time reserva do Palmeiras por 2 x 1, ao mesmo tempo em que o Corínthians, somente empatava com o time reserva e rebaixado do Goiás em Goiânia por 1 x 1, mantendo a sina dos fracassos esportivos dos grandes times nacionais no ano dos seus centenários, conhecido como centeNADA, com exceção ao Vasco da Gama, que em 1998, ano do seu centenário, sagrou-se Campeão Carioca e da Libertadores da América.

Mas além do fracasso corinthiano, o certo mesmo é que os três clubes que mais gastaram na montagem dos seus elencos acabaram disputando o título nacional até o final. O Fluminense que não levava o nacional para Laranjeiras, desde 1984, investiu pesado na permanência de Conca, Fred, além da contratação do atacante Emerson, autor do gol do título, além da contratação do meia Deco e do lateral Beletti. Enquanto o vice-campeão Cruzeiro trouxe a estrela da Copa Libertadores 2010, o argentino Montillo, ex - Universidad Catolica. E o terceiro colocado Corínthians, abriu os cofres por um título nesse especial ano, porém o mesmo não veio, mesmo com Ronaldo, Roberto Carlos, Bruno César e CIA...

Sem desfrutarem das melhores estruturas em centro de treinamentos e condicionamento dos seus jogadores, o futebol carioca leva pela segunda vez seguida o título brasileiro de futebol da série A, em 2009 com Flamengo e 2010 com Fluminense, além da boa campanha do Botafogo que até a última rodada lutou por uma vaga na Libertadores 2011. Fatores como investimento em bons e caros jogadores, além de bancar a permanência do maior papão de título entre os treinadores atuais, Muricy Ramalho, o Fluminense com suporte de um plano de saúde, forte patrocinador, garantiu seu título nacional, saindo da fila de 26 anos.

Parabéns à toda torcida tricolor, que esteve por muitos anos engasgada com o grito de " É Campeão", merecidamente solto em 2010.

Um comentário:

  1. Parabéns ao tricolor e sua torcida. Coitados, 26 anos sem gritar "É Campeão" hahahahaha.

    Parabéns aos que vão disputar a Libertadores Flu, Corinthians, Cruzeiro Gêmio ou Goias.

    Parabéns aos que vão disputar a sul-Americana

    E garra para os que fora rebaixados pra voltar ano que vem quem sabe.

    E ao Bahia, bem vindo a série A.

    ResponderExcluir